www.fcv.org.br

Artigos

12/12/2017 - 13h51m

Versão para impressão
Enviar por e-mail
A Fundação Cristiano Varella, pelo 4º ano consecutivo, realizou a Campanha de Combate ao Câncer de Pele, na Praça João Pinheiro, em Muriaé. O evento foi realizado no dia 09 de dezembro com a participação das dermatologistas da Fundação, Clarissa Abreu e Lívia Bastos, além de dermatologistas convidados como Karina Fraga, Cristiane Dornelas e Marcelino Neto.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), todos os anos surgem 176 mil casos de câncer da pele, o de maior incidência no país. Atenta a esse alto índice, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), desenvolve o movimento ‘Dezembro Laranja’, com a promoção de uma série de iniciativas de conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, incluindo a importância da fotoproteção em suas diferentes formas para a redução dos riscos. 

Sob o slogan "Se exponha, mas não se queime", a campanha conscientizou e educou as pessoas sobre os riscos do câncer da pele decorrentes da exposição excessiva ao sol sem proteção, lembrando que filtro solar não é o único cuidado contra a radiação ultravioleta. A mensagem visa atingir, sobretudo, quem trabalha sob o sol ou ao ar livre, bem como as pessoas em seu cotidiano profissional e em momentos de lazer.

Uma equipe da Fundação Cristiano Varella, realizou um trabalho intenso durante o dia e juntamente com a equipe da Campanha de Prevenção e Ambulatório de Triagem, atenderam gratuitamente cerca de 139 pessoas, mas a movimentação foi grande e estima-se que mais de 1.000 pessoas passaram pelo local. Todos que compareceram receberam um kit com protetor solar e um panfleto informativo com as principais dicas de cuidado.